Lew’Lara\TBWA comemora resultados de seleção às cegas.

Em meados de maio de 2018 a Lew’Lara\TBWA vivia um momento de reestruturação nos processos de recrutamento e seleção e, após algum período de deliberação decidiram que iriam trabalhar com Seleção às Cegas. Com isto, veio o desafio:

Como seria feito?
Quais recursos dariam apoio para que isto pudesse ser realizado de forma justa e dando oportunidades reais aos candidatos?

Passaram então a procurar sistemas que pudessem apoiá-los neste desafio e então iniciaram as tratativas com nós, da EMPREGARE.com.

Após apresentarmos todo o sistema e nossa metodologia de recrutamento cego e/ou seleção às cegas, decidiram por iniciar este projeto tendo nós como parceiro e fornecedor.

Há três meses a agência Lew’Lara\TBWA adotou o modelo de recrutamento às cegas, em que leva-se em consideração as habilidades, bagagens e expectativas profissionais do candidato, sem dar visibilidade para idade, gênero, endereço, nome de universidade e locais onde trabalhou.

Nesses três meses, 12 profissionais foram contratados para diferentes áreas das agências de São Paulo e Brasília, entre eles recepcionista, B.I., planejamento, RH, mídia e social media. De acordo com Sheila Wakswaser, sócia e CFO, a agência espera que, até o final do 1º semestre, 80% de suas vagas sejam preenchidas utilizando esse modelo de recrutamento.

Foto: à frente, Amauri Ferreira, diretor de RH, e Sheila Wakswaser, sócia e CFO da Lew’Lara\TBWA. Atrás, parte dos novos contratados

Para o diretor de RH da empresa, Amauri Ferreira, esse modelo tão novo no Brasil abre oportunidades para construir um ambiente cada vez mais diversificado. “O entendimento do grupo TBWA sobre a diversidade tende a ser mais amplo e profundo. Buscamos não apenas a diversidade que os olhos veem, como cor, idade e gênero, e sim a diversidade na educação, na cultura, no comportamento e nas experiências de vida”.

Verônica, de 42 anos, foi contratada em dezembro de 2018 pelo modelo de recrutamento às cegas. Para ela, foi uma surpresa quando compreendeu que sua seleção estava sendo feita neste modelo diferenciado. “Fiquei admirada com esses valores tão diferentes daqueles que me acostumei a ver nas seleções de outras empresas que, por muitas vezes, limitam a busca a partir de faixa etária mais jovem para o cargo de recepcionista”, conta.

De acordo com Sheila Wakswaser, sócia, CFO e responsável pela área de Recursos Humanos da Lew’Lara\TBWA, até o primeiro semestre, a agência espera que 80% de suas vagas sejam preenchidas utilizando esse modelo de recrutamento. “Acreditamos que um time diverso traz ainda mais relevância para o nosso negócio. E é nisso que estamos apostando”, finaliza. As vagas em aberto podem ser consultadas no site da agência.

Veja abaixo o que a Fabíola Weber, Analista de Recursos Humanos da agência tem a dizer sobre o uso da ferramenta.

Matérias e fonte de informação para elaboração de nosso artigo:
http://propmark.com.br/agencias/lewlaratbwa-comemora-resultados-de-recrutamento-as-cegas
http://www.clubedecriacao.com.br/ultimas/recrutamento-as-cegas-2/
https://adnews.com.br/negocios/recrutamento-as-cegas-da-lewlaratbwa-ja-contratou-dez-mulheres-e-dois-homens-em-menos-de-tres-meses/
https://www.bluebus.com.br/lewlaratbwa-ja-contratou-12-funcionarios-atraves-do-recrutamento-as-cegas/


Leia também:

Leia artigos em nosso blog sobre Cultura de Diversidade e Seleção às Cegas ou Recrutamento Cego – Clique aqui.